fbpx

8 motivos para utilizar óleos essenciais

Por quê, afinal, usar óleos essenciais? Muitas pessoas os acham caros e de uso limitado. Mas não é bem assim: os óleos essenciais podem ser utilizados em diversos tratamentos terapêuticos e em uso domiciliar para ampliar a saúde da família. Não são caros – o preço é justo, pois há uma série de benefícios. Confira:

– Os óleos essenciais são antissépticos: Todos os óleos essenciais são antissépticos! Os componentes químicos de cada óleo essencial proporcionam qualidade antissépticas. O óleo essencial de tomilho, por exemplo, é rico em fenóis, frequentemente contendo 90% e é conhecido por ser 20 vezes mais forte antisséptico que o ácido carbólico. Já o Tea Trea, que é usado para assepsia em hospitais ingleses, é 12 vezes mais forte que o ácido carbólico e pode ser utilizado puro sobre a pele.

– Óleos essenciais são anti-inflamatórios: a Lavanda, óleo essencial mundialmente conhecido, tem a ação de amenizar sintomas inflamatórios – como vermelhidão, calor, inchaço e dor – em minutos. Pode ser aplicada pura sobre a pele.

– Óleos essenciais são equilibradores hormonais: alguns óleos são excelentes equilibradores hormonais, sendo os principais o gerânio, a sálvia, a menta piperita e a melissa.

– Óleos essenciais aliviam o estresse: o ideal é investigar a causa do estresse, pois ele normalmente apresenta diferentes sintomas físicos, como dores de cabeça, insônia, indigestão e fadiga mental. Todos os óleos essenciais tem efeito de amenizar o estresse.

– Óleos essenciais são sedativos: a Melissa é calmante do Sistema Nervoso Central, por causa do citronelal. Pesquisa recente mostrou que o óleo essencial de laranja amarga possui efeitos sedativos e calmantes. Outros óleos sedativos são o Ylang-Ylang, Lavanda, Bergamota, Mandarina e Chamomila Romana.

– Óleos essenciais são probióticos: óleos essenciais fortalecem o sistema imunológico. O Tomilho, por exemplo, tem a ação de promover a produção de leucócitos. Geralmente, óleos essenciais com altas quantias de fenóis e aldeídos são os “encorajadores do sistema imunológico”.

– Óleos essenciais são estimulantes: podem estimular e energizar, como o limão siciliano.

 – Óleos essenciais tratam da saúde física, mental e emocional: podemos utilizar um óleo essencial sobre o corpo e ele penetrará na corrente sanguínea, fazendo com que a composição química tenha ação sobre os diferentes sistemas do corpo. Mas quando sentimos um aroma, ele é reconhecido no cérebro pelo sistema límbico, também responsável pelas nossas emoções. Por isso que a escolha de um óleo essencial não deve ser aleatória. Deve abranger diferentes aspectos da saúde do indivíduo para que, se possível, em um único óleo, o equilíbrio do corpo aconteça.

Deixe um comentário